Thiago sabe que apostar em uma profissão apenas porque “está na moda” não é garantia de um bom emprego, assim como reconhece a importância de ficar de olho nas tendências e avaliar as oportunidades de mercado para direcionar sua carreira. Porém, o que ele quer saber é: quais as profissões do futuro em que vale a pena investir a fim de garantir boas chances de sucesso na carreira?

O mercado de trabalho é bastante competitivo e, por isso, exige que profissionais bem-treinados e altamente capacitados atuem nas mais diversas áreas de maneira criativa e inovadora para atender a uma população cada vez mais consciente e exigente.

Para ajudar o Thiago a conhecer as profissões do futuro, preparamos este post que traz as maiores tendências de ofícios para os próximos anos. Boa leitura!

Gestão de TI

Gestão da Tecnologia da Informação ou simplesmente Gestão de TI é um conglomerado de atividades, metodologias e projetos obtidos com recursos de computação a fim de ajustar a Tecnologia da Informação às estratégias de um negócio.

Como exemplo, podemos citar a empresa que implanta uma área de suporte técnico para auxiliar as outras a promoverem uma melhor utilização das ferramentas de informática ao longo do tempo. O profissional especializado em gestão de TI torna-se responsável pela otimização do setor dentro da organização e, consequentemente, gera mais benefícios para toda a equipe.

O salário de um tecnólogo em Gestão da Tecnologia da Informação no Brasil gira em torno de R$ 7 mil, podendo variar para mais ou menos de acordo com a região.

Estética

A estética é uma excelente oportunidade para quem quer inovar em seu negócio, começar em um dos ramos mais lucrativos do mercado nacional, mudar de profissão ou até mesmo obter uma renda extra. Atualmente, o segmento da beleza é um dos setores com mais chances de crescimento em todo o país.

No Brasil, é praticamente imune a crises. Sendo assim, as melhores oportunidades de remuneração para o esteticista são encontradas no trabalho autônomo — cujos lucros podem atingir algo em torno de R$ 3 mil mensais, podendo superar R$ 10 mil.

Mas, para atingir esses valores, o caminho mais certo é apostar em muito estudo, dedicação, acompanhamento das tendências e espírito de liderança para seguir adiante com o negócio.

Fotografia digital

Pensar nas razões pelas quais é fundamental estudar fotografia é o primeiro passo para evitar desilusões na profissão e ainda adquirir conhecimento no campo de interesse. Existem diversos motivos que levam alguém a estudar fotografia, mas normalmente é possível se deparar com o desejo de investir em uma carreira capaz de transformar uma paixão em uma fonte de renda.

Nos dias de hoje, as pessoas vivem em um mundo em que as fotografias registradas, principalmente com sensores de imagem digital, são as mais utilizadas. Isso acontece não somente pela praticidade das ferramentas disponíveis, mas também pela qualidade e agilidade das imagens.

O mercado de trabalho oferece muitas oportunidades, sendo que o profissional pode trabalhar como autônomo, em empresas multimídias, centros de documentação, agências de publicidade, editoriais de moda, escritórios de arquitetura e até mesmo na polícia.

Os fotógrafos digitais não têm um salário mínimo único em todo o país, ou seja, a remuneração inicial vai depender da região onde atua, do tipo de imagem que faz e do mercado em que trabalha. 

Computação gráfica

Não há dúvidas de que os mais variados setores do mercado utilizam a Computação Gráfica em seus processos de planejamento, assim como de produção. Logo, a profissão pode ser definida como o conjunto de técnicas utilizadas para transformar dados em conteúdo gráfico por meio do computador.

Esse processo costuma ser feito com o auxílio de softwares, sendo desde um simples desenho animado até o projeto de uma construção, por exemplo. Em vista disso, a área encontra-se em constante expansão, o que abrange as mais diferentes oportunidades de trabalho para quem quer investir na carreira. O profissional pode atuar em alguns dos seguintes segmentos:

  • estúdios de animação (como Disney ou Pixar);
  • empresas de desenvolvimento de jogos;
  • criação de logotipos, marcas e embalagens;
  • definição da aparência e formato de páginas de jornais e revistas;
  • criação visual de sites, blogs, banners para a internet.

Robótica

Essa área envolve engenharia, computação e eletricidade com foco nos aspectos lógicos, eletrônicos e mecânicos de tais atividades. O objetivo é o desenvolvimento de circuitos e sistemas motorizados manuais ou automatizados a fim de executar uma ou mais tarefas repetidas de modo mais rápido e eficaz.

Ademais, podemos dizer que a Robótica é, desde a primeira metade do século XX, uma realidade nas indústrias, organizações e até mesmo em instituições militares e de socorro não somente para a redução de gastos, mas também para a execução de tarefas consideradas demasiadamente arriscadas ou cuja precisão exigida é grande demais para serem realizadas por mãos humanas.

Portanto, o profissional que trabalha nessa área deve ser capaz de resolver problemas concretos, analisando-os e apresentando soluções que interajam domínios multidisciplinares. Além disso, deve apresentar facilidade e interesse em elaborar projetos práticos e viáveis economicamente de modo versátil e criativo. A profissão costuma ser bem-remunerada, com salários que chegam a ultrapassar R$ 3 mil para iniciantes e R$ 6 mil em média para os mais experientes. 

Mecânica automotiva

Entre as profissões do futuro, ainda podemos dar destaque à mecânica automotiva, cujo profissional é o responsável por cuidar da manutenção de veículos, motocicletas e motores em geral ao desmontar, substituir, reparar, lubrificar e ajustar tanto os motores quanto as demais peças. O mecânico faz uso de ferramentas e instrumentos específicos com o objetivo de recondicionar o veículo e garantir um funcionamento normal.

Embora a profissão seja bastante conhecida, é importante considerar o fato de que as pessoas precisam se locomover e, consequentemente, utilizam veículos automobilísticos para irem de um local para o outro. Se a opção é trabalhar na área, saiba que é possível abrir a própria oficina ou atuar em empresas que terceirizam esse tipo de atividade.

Após ler o post sobre quais as profissões do futuro, Thiago pôde tomar conhecimento de alguma das atividades mais promissoras para os próximos anos. Agora ele se decidiu por uma delas e procura pelo melhor curso profissionalizante com o firme objetivo de estudar e em seguida atuar na área com total excelência!

Se gostou do artigo, compartilhe com seus amigos para que eles também possam descobrir uma nova carreira!

Escreva um comentário