Powered by Rock Convert

José tem 25 anos e acabou de se formar no curso profissionalizante de Recursos Humanos. Antes disso, ele trabalhava como auxiliar de escritório — experiência que durou 3 anos. Agora, ele busca por uma boa oportunidade de emprego na área de atuação em que se especializou e quer usar a internet como aliada. Para tanto, ele sabe que precisará investir em seu perfil e currículo no LinkedIn.

Quer acompanhar a trajetória do nosso protagonista em relação à descoberta e à aplicação das melhores práticas na rede social? Veja, a seguir, o desfecho dessa história!

1. Escolha uma foto adequada

Antes de fazer qualquer alteração em seu perfil, José fez uma pesquisa pelo LinkedIn e observou como as pessoas que ele admirava — e que estavam empregadas em organizações respeitadas — cuidavam de suas contas. Bastaram alguns minutos para que ele verificasse uma característica em comum nas páginas visitadas: todos os perfis estavam com fotos discretas.

As pessoas apareciam sozinhas nelas, vestidas como quem vai para o trabalho e não para uma festa. As imagens pareciam ter sido fotografadas especialmente para a rede social e não apresentavam cortes.

Rapidamente José compreendeu que não poderia se descuidar nesse ponto. Ele tratou de colocar a sua melhor roupa formal e pediu à sua irmã que o fotografasse. Como é muito detalhista, ele preferiu que um fundo branco, neutro, aparecesse atrás de si para que o seu rosto fosse o destaque. Feito isso, ele logo atualizou o perfil.

2. Faça e conquiste recomendações

O próximo ponto identificado foi que os perfis apresentavam uma série de recomendações. Antigos gerentes exaltavam as habilidades dos amigos de José ao recomendá-los na rede social. Então, o nosso protagonista elaborou uma estratégia para também conseguir a avaliação positiva das pessoas com quem ele já tinha compartilhado experiências profissionais.

Para os ex-colegas de trabalho, ele tratou de fazer recomendações sem pedir nada em troca, com a expectativa de que as pessoas fizessem o mesmo por ele. Em relação aos chefes e colegas do curso profissionalizante, ele escreveu um pedido formal pela própria plataforma, especificando as competências que gostaria que eles ressaltassem. O plano não poderia ter dado mais certo, porque agora ele coleciona recomendações.

Powered by Rock Convert

3. Apresente as experiências profissionais de forma completa

Outro tema que José percebeu a necessidade de mudança foi a descrição de suas experiências profissionais. Não bastava citá-las, mas era preciso apresentá-las de forma completa, incluindo datas específicas de trabalho e as tarefas desempenhadas no cargo.

Em conversa com Pedro, um colega de profissão, ele descobriu que isso é o diferencial para o avaliador e também para o responsável pelo recrutamento de uma vaga atrativa.

4. Invista no resumo

O amigo ainda forneceu mais uma dica de ouro: caprichar no espaço de 2 mil caracteres disponíveis para o resumo. José aprendeu que é por meio dessas palavras que as pessoas vão criar a primeira impressão dos usuários, definindo-os como interessantes ou não.

Então, ele reservou uma tarde para escrever o texto, que incluiu a breve apresentação, os interesses profissionais, sua área de atuação e as informações para contato. Além disso, ele tentou eliminar o ar mecânico da tarefa, acrescentando o que mais o motiva quando o assunto é trabalho.

5. Descreva suas habilidades

Para finalizar, José descobriu a aba “habilidades” e a usou como uma grande aliada em seu currículo no LinkedIn. Lá, está disponível uma lista para que o usuário acrescente as principais competências profissionais.

Após preencher o espaço com 5 habilidades, o nosso protagonista descobriu que as conexões também podem fazer isso. Como a estratégia das recomendações deu certo, ele tratou de replicá-la e passou a listar os pontos fortes de colegas.

Ao seguir todos esses passos, José conseguiu deixar o currículo no LinkedIn invejável. Uma boa foto, um resumo completo, avaliações positivas, descrição completa de habilidades e de experiências profissionais anteriores. Não demorou muito para que ele começasse a chamar atenção. Com apenas algumas candidaturas, ele foi chamado para duas entrevistas. Ontem ele recebeu a notícia de que foi aprovado em uma grande empresa da cidade e começará o trabalho na próxima semana.

Quer ter uma história semelhante à de José? Leia o nosso outro post e descubra por que investir em capacitação profissional.

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário